Animais cuja eficiência de conversão alimentar é superior à média também podem se destacar a partir de suas características gerais de lucratividade medidas em confinamento e no resfriador, como apontam os resultados dos últimos testes de ingestão líquida de ração em relação a descendência da Associação Australiana de Wagyu.

Os resultados do teste NFI de 2021 foram anunciados durante a conferência AWA Wagyu Edge, realizada em Melbourne, Austrália.

Entre os espécimes selecionados e representantes de 2021, o vencedor da maior eficiência alimentar e da maior lucratividade geral a partir da produção de carcaça e confinamento foi a Wagyu Genetics Itsoshigenami D8920, representando Paul Harri’s Sunland Cattle Co., Rockhampton Queensland.

Além de liderar o desempenho na NFI, o mesmo animal liderou as classificações deste ano em relação ao melhor resultado geral de lucro, com base no desempenho em confinamento e no desempenho da carcaça a partir do padrão da descendência. Este resultado demonstra que uma genética superior para eficiência alimentar e também para desempenho da carcaça podem ser identificados em um mesmo animal.

Com a realidade atual de preços recordes para grãos, a eficiência alimentar está crescendo em valor de importância nas mentes e estratégias de criadores de Wagyu puro-sangue.

Da Sunland, Paul Harris disse que o resultado de eficiência ientificado no teste de descendência foi de extrema importância para a fortificação da operação comercial de puros-sangue em seu negócio.

Originalmente, o progenitor vencedor do teste Wagyu Genetics Itsoshigenami D8920 foi cruzado com o rebanho de raça pura Wagyu de Sunland para produzir bezerros Wagyu com alto potencial comercial.

“Seis anos atrás, nós o trouxemos para cruzamento com nosso rebanho de sangue puro”, disse Harris.

“Seus resultados foram bem acima da média e ele foi identificado como um reprodutor superior em nosso rebanho. Depois de identificarmos seu potencial, coletamos sêmen dele e agora usamos esse sêmen em nossos programas de IA e ET. Sendo por Itoshigenami TF148 da vaca Kaneyama x Michifuku, ele é bem-criado para cruzamentos com as fêmeas puro-sangue que temos.”

“Como os Wagyu são normalmente alimentados no confinamento por 400 dias, é imperativo que a ingestão de ração líquida seja levada em consideração para a relação custo-benefício da conversão alimentar em ganho de peso, de modo a produzir carne bovina ambientalmente mais sustentável, além de diminuir o metano sendo emitido na produção, tornando-se mais rentável para produção”, disse o Sr. Harris.

Menos alimentação para a mesma pontuação e nível de marmoreio

A oficial de melhoramento genético da Stockyard, Phoebe Jenkins, disse que foi emocionante ver alguns resultados impressionantes dos testes sendo implementados em rebanhos de criação como Sunland Cattle Co, Longford Station e Trig Farm Wagyu.

“Esses produtores e todos os outros que entram em nosso teste estão um passo mais perto de produzir gado que potencialmente requer menos ração, mas atinge o mesmo tamanho de músculo e marmoreio pelos quais nossas marcas são conhecidas”, disse ela.

“Ter os dados brutos na ponta dos dedos ajudará os produtores a reduzir o tempo necessário para descobrir qual genética é mais sustentável, para que possam cortar os de baixo desempenho mais cedo e identificar as linhagens genéticas que atingem o ponto ideal de alto marmoreio, alto crescimento e eficiência alimentar.”

“É uma grande vitória não apenas para confinamentos e proprietários de marcas como a Stockyard, mas também para produtores e clientes. Eventualmente, podemos administrar um confinamento mais eficiente, nossos clientes recebem um produto consistente e produzido de forma sustentável e podemos compartilhar os lucros com produtores que se destacam neste espaço”, disse Jenkins.

A Stockyard continuou a investir no programa de testes da NFE com um novo software.

“Essa nova tecnologia vai melhorar a precisão dos dados com menos transtornos para o gado. Isso significa que podemos determinar a eficiência alimentar individual de qualquer linhagem de touros sem influenciar os resultados devido ao comportamento animal ou interação humana”, disse ela.

Resultados do touro de maior eficiência em 2022:

1º – Wagyu Genetics Itsoshigenami D8920 WGWFD8920, propriedade de Paul Harris, Sunland Cattle Co, Rockhampton QLD.

2º – Longford D12759 LFDFD12759 – Propriedade de Arthur Dew, Longford Station, VIC.

3º –Trig Farm Wagyu Sanjitike FF0319 TW FF0319, propriedade de Stanley Piggins, Trig Farm Wagyu.

Touro mais rentável geral de 2022:

Wagyu Genetics Itsoshigenami D8920 WGWFD8920, propriedade de Paul Harris, Sunland Cattle Co, Rockhampton.

DEPS e pedigree do animal que se destacou na prova.

*Matéria original: Beef Central 

EnglishPortugueseSpanish